Skip to content

Cart

Your cart is empty

Article: Picking no e-commerce: como otimizar e evitar erros comuns

Picking no e-commerce: como otimizar e evitar erros comuns

Picking no e-commerce: como otimizar e evitar erros comuns

Imagine um armazém repleto de produtos variados, onde cada pedido representa uma corrida contra o tempo para satisfazer um cliente ansioso. No coração desse ambiente frenético, um processo meticuloso e fundamental está em ação: o picking. Este procedimento, embora muitas vezes invisível ao consumidor final, é a espinha dorsal que sustenta a promessa de entregas rápidas e precisas no e-commerce. Otimizar o picking não é apenas uma questão de eficiência operacional; é uma estratégia vital que pode definir o sucesso ou o fracasso de uma loja online.

Vamos explorar como a excelência nesse processo pode transformar a logística do seu e-commerce, abordando as melhores práticas, os erros a evitar e as diversas metodologias que podem ser implementadas para alcançar a perfeição logística.

O que é picking no e-commerce?

O picking é uma etapa crucial na operação logística de um e-commerce, sendo responsável pela coleta e separação dos produtos vendidos para posteriormente serem embalados e enviados ao cliente. Este processo pode parecer simples, mas envolve uma série de atividades coordenadas que garantem a eficiência, precisão e rapidez no atendimento dos pedidos. No ambiente dinâmico e extremamente competitivo do e-commerce, um picking bem-executado pode significar a diferença entre um cliente satisfeito e um pedido cancelado.

Melhores práticas no picking

1. Organização do armazém

A disposição dos produtos no armazém é fundamental para um picking eficiente. Produtos de alta rotatividade devem estar localizados próximos às áreas de expedição, enquanto itens menos procurados podem estar em locais menos acessíveis. Além disso, a categorização lógica dos produtos, como por tipo ou por frequência de venda, pode reduzir significativamente o tempo de picking.

2. Implementação de tecnologias

O uso de sistemas de gerenciamento de armazém (WMS) e tecnologia de identificação, como códigos de barras e RFID, pode otimizar o processo de picking. Esses sistemas fornecem diretrizes claras sobre a localização dos produtos e a sequência de coleta, reduzindo erros e aumentando a eficiência.

3. Métodos de picking

Existem diferentes métodos de picking que podem ser adotados conforme o volume e a complexidade dos pedidos:

Picking discreto: Cada pedido é tratado individualmente, ideal para operações com baixo volume de pedidos.

Batch picking: Vários pedidos são agrupados e coletados simultaneamente, eficiente para operações com volume moderado.

Zone picking: O armazém é dividido em zonas e cada picker é responsável por uma zona específica, adequado para grandes armazéns com alta variedade de produtos.

Wave picking: Combina diferentes métodos de picking e organiza o processo em ondas, ideal para grandes volumes e alta complexidade de pedidos.

4. Treinamento da equipe

Investir no treinamento da equipe de picking é essencial. Pickers bem treinados não só trabalham mais rápido, mas também cometem menos erros. O treinamento deve abranger desde o entendimento das tecnologias utilizadas até técnicas de movimentação eficiente e ergonomia para evitar lesões.

5. Monitoramento e análise de dados

A análise contínua dos dados de picking pode revelar gargalos e oportunidades de melhoria. Métricas como o tempo de picking, a taxa de erros e o tempo de ciclo devem ser monitoradas regularmente. A implementação de KPIs permite avaliar a performance e implementar ações corretivas de maneira proativa.

Erros comuns a serem evitados

1. Falta de organização

Um armazém desorganizado é a principal causa de ineficiências no picking. A falta de um layout claro e a ausência de um sistema de gerenciamento resultam em mais tempo gasto na localização de produtos e aumento dos erros.

2. Negligência na manutenção de inventário

A falta de precisão no controle de inventário pode levar a situações de estoque zero ou excesso de estoque, ambos prejudiciais ao picking. A realização de inventários cíclicos e a atualização constante dos registros são práticas essenciais.

3. Subestimação da importância do treinamento

Desconsiderar a necessidade de treinamento contínuo para a equipe de picking pode resultar em baixa produtividade e alta taxa de erros. Manter a equipe atualizada sobre as melhores práticas e novas tecnologias é fundamental para um picking eficiente.

4. Ignorar a ergonomia

Desconsiderar a ergonomia no design do armazém e nas práticas de picking pode resultar em lesões e afastamentos. Um ambiente de trabalho seguro e ergonomicamente adequado não só protege os colaboradores como também melhora a produtividade.

5. Falta de flexibilidade

No e-commerce, a demanda pode variar significativamente. Sistemas rígidos de picking que não conseguem se adaptar rapidamente a picos de demanda ou mudanças no mix de produtos podem resultar em atrasos e insatisfação do cliente.

Relevância do picking no e-commerce atual

Com o crescimento exponencial do e-commerce, especialmente em períodos de alta demanda como datas comemorativas e eventos promocionais, a eficiência no picking se tornou ainda mais crítica. A expectativa dos consumidores por entregas rápidas e precisas só aumenta, e a capacidade de atender a essa expectativa pode ser um diferencial competitivo importante.

Além disso, a tendência de personalização e customização dos pedidos, com uma variedade crescente de SKUs, exige um picking cada vez mais ágil e preciso. A integração de tecnologias avançadas, como inteligência artificial e robótica, já começa a transformar o cenário do picking, trazendo novos desafios e oportunidades para as operações logísticas.

Conclusão

O picking no e-commerce é um processo complexo e essencial para garantir o sucesso operacional e a satisfação do cliente. Quer saber mais sobre como otimizar essa etapa crucial e melhorar a experiência do seu cliente? Visite nosso blog para mais artigos detalhados e explore nosso site para cursos especializados em Shopify e e-commerce. Dê um play no seu negócio!

Faça o teste

read more

Fulfillment no E-commerce: O coração da satisfação do cliente
Dicionário do Ecommerce

Fulfillment no E-commerce: O coração da satisfação do cliente

O fulfillment no e-commerce é um dos aspectos mais cruciais para garantir a satisfação do cliente e a eficiência operacional de uma loja online. Envolve todo o processo desde o recebimento de um pe...

Read more
Como vender produtos digitais na Shopify
Dicas

Como vender produtos digitais na Shopify

Vender cursos online, loops musicais, templates de vídeo e de design tem se tornado uma tendência crescente nos últimos anos. Muitos artistas e produtores de conteúdo possuem produtos digitais pron...

Read more
Ajuda